Implantes imediatos são temas de conferência

No terceiro dia do 17º Congresso Internacional de Odontologia, Diogo Moreira, professor do curso de implantodontia e prótese dental do Instituto de Ciências Odontológicas, o INCO25, ministrou a conferência Implantes mediatos: mito ou realidade. O pesquisador procurou mostrar alguns dos novos métodos que vem sendo utilizados e chamou a atenção para aspectos considerados por ele de suma importância quando se fala em implantodontia.

Na opinião de Moreira, a implantodontia imediata está bastante ligado à estética, no sentido mais amplo que essa palavra pode assumir. Ele alerta, entretanto, que nem sempre a aparência mais adequada para o profissional corresponde ao desejo do paciente. É preciso saber conjugar o nosso conceito de estética com o gosto do paciente, argumentou durante a conferência.

Ao se fazer a opção pelo implante imediato, Moreira explica que alguns aspectos devem ser analisados, como o tipo de sorriso, a disposição do implante e o fenótipo periodontal do paciente. Todo esse cuidado é necessário para tentar preservar, da melhor maneira possível, as estruturas existentes. Quando pensamos em implante imediato devemos fundamentalmente pensar em preservar estruturas, afirmou o pesquisador.

Nesse sentido, alguns pontos ganham destaque, como lembra Moreira: observar os diferentes padrões de inclinação dos dentes antes de realizar o implante é muito importante. Extrações atraumáticas seriam, segundo ele, outro objetivo a ser alcançado para um resultado satisfatório. O perfil de emergência também determinaria o desempenho do implante: ele é a chave do sucesso, disse. E continua: se isso sair errado, os resultados definitivamente não serão favoráveis.

O professor adverte, ainda, para as condições da estrutura óssea. Determinado tipo de defeito ósseo pode comprometer a realização desse implante imediato, é preciso estar atento, alertou Moreira. As papilas seriam outro ponto que merece atenção. É importante observar a proximidade dos dentes e o contorno cervical para preservá-las, afirmou o professor. Segundo ele, é preciso agir rápido para não perder as condições favoráveis à realização do implante, mas que todos esses cuidados devem ser tomados antes e, principalmente, não podem ser esquecidos: não é interessante pular etapas, disse. A simples instalação de um implante sem se pensar na prótese já não é adequado, podendo comprometer o resultado, concluiu.

Agência Notisa